Os Dançarinos

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Homem-Chuva


eu sou a soma de tudo que eu vejo
multiplicado por tudo que eu penso
dividido por tudo que eu sinto...
eu não tenho solução

pela estrada afora a cem por hora
a música no rádio me conta uma história
de um rapaz que perdeu o medo
de querer ser feliz

o medo tanto arrasa quanto semeia
algo me deixa aceso pela madrugada
eu fico agitado quando é lua cheia
talvez ela queira ser a minha namorada

isso que eu chamo de saudade
na verdade é a falta que me faz o pedaço
que alguém arrancou de mim
pra não sentir saudade

já faz tempo que eu sonho
em voltar a acreditar em sonhos
já nem lembro se eu já tive fé
na humanidade

o homem tanto arrasa quanto semeia
loucura é tentar explicar a vida
eu fico agitado quando é lua cheia
quem sabe você seja a minha escolhida

eu sei que eu sou a melhor mulher
de todas as mulheres que eu já tive
e toda vez que vocês vão embora
eu sei que vou sangrar

eu sei que o mundo não é cor-de-rosa
eu sei que a prosa anda esquisita
e sei que quando tudo fica cinza
deve ser porque vai chover

a chuva tanto arrasa quanto semeia
o curso da natureza não tem critério
eu fico agitado quando é lua cheia
o imponderável habita nesse mistério

e o homem-chuva descansa nessa aldeia
e o homem-chuva passeia na lua cheia...

60 comentários:

  1. um mês de férias... uhuuuu
    mente limpa,
    reacelerando devagar.

    agradeço a todas mensagens aqui deixadas, aos poucos vou respondendo
    beijos pra quem é de beijos e abraços pra quem é de abraços.
    Gian Fabra

    ResponderExcluir
  2. Oi ti achei no blog de uma amiga minha, enfim vou começar a te segui-la pois curti mto o blog , venha conhecer meu cantinho e espero que me siga tbem ok
    bjs da lowkita ;*

    ResponderExcluir
  3. Magnífíco, Gian!!!!!!!!
    Um beijo da Pri

    ResponderExcluir
  4. Lindo demais, eu tambem fico agitada na lua cheia...o medo que arrasa e semeia, acredito que quando ele nos deixa...
    na verdade esse retorno foi muito bom, que 2010 seja muito mais...
    bjossssss

    ResponderExcluir
  5. Bravo!!

    Lindo... Lindo...

    Acredito que tudo que arrasa também semeia :)
    Que venha um ano mágico e inspirador pra você :)

    ResponderExcluir
  6. Linda dança das palavras bem de frente aos nossos olhos! Belíssimos poemas! É sempre com grande encantamento que leio os seus poemas.
    Abs.

    ResponderExcluir
  7. Gian, que bom vê-lo e renovado.

    Parece que voltou com todo o gas!

    Deve ser letra de música, ou deveria ser. Muito bom demais. É esse tal de medo que causa o dilúvio na alma, pq uma chuvinha, até que faz bem vez ou outra.
    bjão

    ResponderExcluir
  8. o homem tanto arrasa quanto semeia
    loucura é tentar explicar a vida

    Com certeza somos uma mistura tão grande de sentimentos tão complexos, que loucura seria tentar nos entender...
    Bjos meus e tenha uma semana perfeita

    ResponderExcluir
  9. A vida tem mais cor sempre que passo por aqui...

    ResponderExcluir
  10. sonhos, esperanças e pequenas coragens são a prova d'água. e se é assim, deixa chover: que é a alma pedindo pra se lavar...

    de volta e em grande estilo, ein Gian?!

    que 2010 seja uma soma de detalhes positivos!

    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Das inquietudes a mais forte das chuvas - uma tempestade. Um poema em voz alta.

    ResponderExcluir
  12. Daqueles textos que merecem virar música. Entraram como melodia aos meus olhos.

    ResponderExcluir
  13. A Lua Cheia chega no dia 30, às 6:17. Estarei atenta às chuvas, nesse período...rs

    Dois beijos, já que eu sou de beijo, também.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gian!
    Que linda canção.
    A chuva que molha, que faz florir e que pode levar tudo... A mesma chuva.

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. "dividido por tudo que eu sinto..."
    Me sinto assim!
    Eu não tenho mais fé na humanidade, infelizmente.

    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Como sempre lindas palavras...
    "o homem tanto arrasa quanto semeia loucura é tentar explicar a vida"
    Verdade a vida é mesmo uma loucura difícil de se explicar, mas é uma maravilha viver a vida!!!
    Que 2010 seja de muito sucesso pra ti, bjs!!

    ResponderExcluir
  17. Gian, gosto das danças que faz com as palavras. ELas dançam e eu me encanto.
    Um 2010 cheio de alegrias.
    Beijos e abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  18. Gian, meu caro. Eu sou a tormenta dele. A vórtice serena que ele precisa, e ele é a paz que eu quero. Nos equilibramos, nos sintonizamos na mesma frequência. Ele me faz esperar porque sabe da minha inquietude, eu o espero porque sei que em mim ele encontra a paz que procura, e o fluir da vida que um dia desacreditou que existia. Eu não o atormento, eu apenas espero, porque ele me seduz com sua timidez leve, sua loucura contida e o amor declarado que carrega nos olhos e eu simplesmente o faço sentir tudo isso, simples assim...

    Não se desculpe...você não foi indelicado, apenas questionou, viu à sua maneira, somente isso, e eu respeito.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  19. Oiie tudo beem ?
    brigada por seguir meu blog (MEUCONTODEREALIDADE) beijos sucesso :*

    ResponderExcluir
  20. "a chuva tanto arrasa quanto semeia"

    Sábias palavras, cada uma delas! Me pareceu um desabafo, carregado de esperança!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Gian,
    E na chuva com qualquer lua eu
    mergulho nas profundezas como mortalha
    de meus sonhos feitos de papel, de textos e de letras. Bem no fundo, retorno à essência da natureza, de ser tudo e não ser apenas, um pedaço deste mundo. Um pedaço de mim. Do corpo,da alma..

    Adorei sua visita.
    Volte sim,
    beijos

    ResponderExcluir
  22. Criatividade na forma e no conteúdo. Gostei muito.

    L.B.

    ResponderExcluir
  23. Mas homem chuva só semeia, quando chove poesia.
    Eu adoro poemas que contam histórias. Chamo de conto-de-poesia, porque acho que as fadas andam muito cansadas... =D

    Muito bom mesmo!
    E obrigada pela visita também :)

    ResponderExcluir
  24. Muito bom.
    Gosto e guardo o que é bom.
    Li 3 vezes.
    Saudade das tuas palavras no Outono.
    Com carinho.
    Simplesmente Outono.

    ResponderExcluir
  25. "loucura é tentar explicar a vida"

    Muito preciso ;)

    ResponderExcluir
  26. Eu vivo me comparando com as nuvens, chuva e sol. Porque várias vezes eu "chovo", constantemente para ser mais exata, e quando eu te li. Deu vontade de chorar, mas de alegria. Por ler puro amor e poesia.

    Eu não levo fé na humanidade, não mais. Mas continuo rezando para que as coisas mudem. Apesar de.

    Beijo doce.

    ResponderExcluir
  27. isso daria uma bela música hein!

    tu é músico né... (procurei no google) ... e dos bons heheheheheh

    eu tb componho hehe, alias tento né!

    abração ae! \o/

    ResponderExcluir
  28. Taí, gostei da sua dança...
    Vc gostou do meu espaço e eu do seu!
    Claro que vou ficar na sua cola! rs
    Vc semeia as palavras com muito talento! Inspirada e bela poesia...
    Beijos enluarados!!
    Helô Müller

    ResponderExcluir
  29. Grande Gian! O que foi isso? Muito bom este seu texto, passou igual vendaval...muitas verdades, muitos sentimentos e sensações que tentamos evitar e sempre nos perseguem...Muito bom!

    []'s

    ResponderExcluir
  30. Gian, que lindo!!! Também já parei de tentar entender o mundo e as loucuras deixo elas lá no compêndio. A lua cheia também mexe comigo...

    ah, áries procura em libra o que lhe falta!

    ResponderExcluir
  31. Que poema sonoro e melodioso...
    Gostei!

    Um abraço,
    doce de lira

    ResponderExcluir
  32. Gian...

    "yo soy la suma de todo lo que veo
    multiplicado por todo lo que pienso
    dividido por todo lo que siento"

    la vida es un desafío contínuo... y en tus versos un misterio que se desnuda!

    precioso!!!

    hermosos días!!!

    beso!!!

    ResponderExcluir
  33. Gian
    Ótima letra, já tem música?
    Muito bom!
    Estive no site Carmem e Tantra, vi os clips de ensaio achei bem bacana!
    Vcs são ótimos, boa sorte aí no novo disco!
    Abraço
    Gi

    ResponderExcluir
  34. Ultimamente a chuva
    parece mais arrasar
    do que semear.
    É a natureza cobrando sua cota.

    ResponderExcluir
  35. Ah, que lindo! Que coisa mais bonita.. amei!

    ResponderExcluir
  36. Vou lhe seguir, adorei seu espaço :)

    ResponderExcluir
  37. oiii...
    achei muito tri seu blog...
    muito legal as rimas...
    jah estou lhe seguindo...
    se puder da uma olhada no meu, eu escrevo poemas... e sonho muito em ser compositora...
    e é claro, se puder me seguir, me siga.

    bjs

    ResponderExcluir
  38. Tua letra me fez lembrar um dos meus primeiros haicais sobre a lua:

    vê-se daqui a lua
    olhos da cor de amar
    ela é mulher

    Como o sol tem sempre olhos de queimar, talvez venha daí, todos estes desencontros entre luas e sóis... :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde, chegou fim de semana!!

    Por isso lhe desejo que vc fique com os seus, e aproveite totalmente estes 2 dias de folga.

    bjssss

    ResponderExcluir
  40. 'gosto de você no seu ritmo' E caramba, a primeira estrofe praticamente descreveu-me. (:
    Lindo mesmo.

    Beijos Gian. E ótimas férias prati. (:

    ResponderExcluir
  41. SALVE !
    Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país - tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
    Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea - a do pássaro-cabeça-de-vento.
    É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
    Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso - só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
    Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
    Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
    A PAZ .
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir
  42. Querido,nao sabe o quanto fiquei feliz com sua visita ao meu cantinho.
    O seu é acolhedor e gracioso.
    Quero sabe-lo por perto e bem.
    Que continue assim... sempre, pela vida.
    A vida é curta demais...
    Vamos compartilhar o que tivermos de melhor.
    E o melhor do melhor é o que desejo
    a ti nessa semana e sempre.

    Beijo de carinho Gian

    Glória Salles

    ResponderExcluir
  43. Gian,

    Pousei meus olhos neste trecho e vi a incansável luta pela solução da equação do nosso existir:

    "eu sou a soma de tudo que eu vejo
    multiplicado por tudo que eu penso
    dividido por tudo que eu sinto...
    eu não tenho solução"

    A busca continua sempre.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  44. Você demora a postar, mas quando o faz...capricha mesmo!
    bj

    ResponderExcluir
  45. Gian, fiquei muito contente com a sua visita e comentário. Muito obrigada!

    De quebra, vindo até aqui, ainda tenho a oportunidade de ler versos com os quais me identifico plenamente...

    "já faz tempo que eu sonho
    em voltar a acreditar em sonhos
    já nem lembro se eu já tive fé
    na humanidade"

    Bjs e inté!

    ResponderExcluir
  46. Olá!!!!
    Estava com saudade do seu canto... Obrigada pela visita ao meu...
    Como sempre, ótimo o que escreveu!
    Vc escreve a alma... Com caneta azul...
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  47. OMG! Vc é todo inspiração! :) bjssss

    ResponderExcluir
  48. Lindissimo poema

    isso que eu chamo de saudade
    na verdade é a falta que me faz o pedaço
    que alguém arrancou de mim
    pra não sentir saudade

    Lindo demais.
    Vou seguir, se não se importa.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  49. Também tomo conhecimento de outro eu quando é lua cheia. Entendo amigo.
    Acalma-te. São apenas os gritos da poesia que decidiu jorrar.

    Abraço: Jefhcardoso de blog em blog>> http://jefhcardoso.blogspot.com com muito respeito.

    ResponderExcluir
  50. O verme também passeia na lua cheia...

    =*

    ResponderExcluir
  51. Passei pra deixar um beijo, e adorei o visual novo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  52. Homem chuva em tons de sol, sons, imagem.É tudo tão bom, recomeçar o canto na entrega dos dias

    ResponderExcluir
  53. "eu sou a soma de tudo que eu vejo
    multiplicado por tudo que eu penso
    dividido por tudo que eu sinto...
    eu não tenho solução"...Eu também não tenho solução...ADOREI

    ResponderExcluir
  54. Olha quem chegou Gian ...
    Senti saudades...
    Essas semanas tiveram muito mar, muita caminhada.
    Muito sal e céu, não defino qual dos dois é mais intenso, mas quero continuamente estar entre eles.
    Com perdas e danos...
    Porem com lembranças doces e conhecimentos grandiosos.
    Fiquei sozinha, por opção, quis (re) pensar momentos da vida,
    Planejar outros...
    Voltei...
    Inaugurando-me singular, com forças de oferecer ao meu amanhã,
    Uma “edição repaginada” de mim mesma.
    Voltei...
    E hoje não para comentar, mas para agradecer.
    Obrigada pela presença constante e esperada em meu cantinho.
    E dizer que é agradável estar aqui, passeando por suas letras.
    Você é imprescindível, e sabe disso.
    Muito mais que parceria virtual, é item que me cabe.
    Então, com todo meu carinho, com toda veracidade, com toda vontade, desejo q esta semana que quase acaba tenha sido como voce planejou, e que a nova semana, que chega logo, seja só o começo
    do melhor que você ainda irá viver..

    Glória

    ResponderExcluir