Os Dançarinos

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Carnaval

os confetes caíam como chuva brilhante
os clowns fugiam do fim da noite, aflitos
as moças suadas carregavam sorrisos moles
fixados na cara
como as tabuletas de preço nas barraquinhas da feira
o ar estava infestado de obrigatória alegria

menos aqueles olhos negros

não sei dizer o que eu senti
não foi um momento mágico
nem uma paixão repentina
e logo os perdi de vista

havia chegado a hora
o dia já vinha raiando
e eu tinha que ir embora

da porta vi foliões se afastando
mas não procurei olhos-negros

Lá fora encontrei o sol
começando a brilhar...

28 comentários:

  1. lembrei de uma música do Lenine.

    Queria ter coragem de te falar
    Mas qual seria o idioma?
    Congelado em meu próprio frio
    Um pobre coração em chamas...
    (...)
    Dois olhos negros!




    p.s.se escrevesse tudo de uma vez, ninguém leria tudo, tenho certeza. :)

    a certeza é que o fim será uma suspresa.

    ah, aparece no meu outro blog íntimo e pessoal.http://touchedlikeavirgin.blogspot.com/

    Beijos Gian.

    ResponderExcluir
  2. Gian, boa tarde,
    E dentro do sol encontrei um outro olhar não sei se lembrarei de um velho carnaval.
    Irei seguir seu blog para poder vislumbrar outras mil lembranças de alma.
    Carinho Lúcia amorim

    ResponderExcluir
  3. O brilho do sol...Confetes no ar...

    Coração não resiste!!

    beejo boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom! De verdade.
    Não sei porque, me lembrou Tom Jobim!
    Tô seguindo.

    ResponderExcluir
  5. Fixei um sorriso mole enquanto lia...
    Lindo,lindo!

    ResponderExcluir
  6. Olhos negros que destoavam dessa alegria forçada que é o Carnaval?

    Olhos negros...

    ResponderExcluir
  7. teu texto ficou realmente muito bonito.
    mas não tenho brilho nenhum agora.

    ainda assim, muito foda o que escreves.

    ResponderExcluir
  8. É festaaaaa...
    Como dizem:
    Tdo vale a pena qdo a alma naum é pekena...
    AdoroO aki Gian...
    e qto ao elogio...
    É super verdadeiro...
    Bjoo
    =)

    ResponderExcluir
  9. Já leste Restos de Carnaval (Felicidade Clandestina, Clarice Lispector)?

    Um dia, os olhos se reconhecem.

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Em meio a obrigação de ser feliz, coisa tão artificial, pode aparecer um motivo real para tal.

    Como detesto Carnaval, gostei demais da possibilidade.

    Beijo, moço. Põe plaquinha de "reservado" na minha cadeira. ;)

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  11. Gian, deu vontade de festejar ao lado do teu texto!! Mas daí, fiquei intrigada com aqueles olhos... melhor sossegar!! :) bjsss

    ResponderExcluir
  12. Carnaval é um dos raros momentos em que podemos ser outros, e não nós mesmos

    ResponderExcluir
  13. magnifico.
    passei aqui e vou acabar ficando... rs

    ResponderExcluir
  14. Olhos negros que se perdem em meio a multidão... mais pareceu um daqueles sonhos que tenho onde minha amada foge de mim e quando eu a vejo e cruzo com os olhos dela, ela some no meio de todo mundo.

    Abs

    ResponderExcluir
  15. Confetes e sorrisos...A alma agradece.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  16. OLHOS NEGROS...
    OLHOS...
    PUPILA...
    SENTIMENTO...
    DIRETO AO CORAÇÃO! ♥

    QUE CARNAVAL MAIS DELICIOSO!! ☺

    ResponderExcluir
  17. A felicidade é um estado imaginário. Depois voltamos a cair na realidade.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Atacando de poema o Fabra.
    Fabricando versos nesta máquina extraviada que a vida nossa.

    Continuemos...

    ResponderExcluir
  19. E o coração explodiu de confete e serpentina.
    Deu vontade de pintar o rosto :o)

    ResponderExcluir
  20. Gian,
    Quantos olhos já cruzamos, que nos deram vontade de investiga-los? Eles passam e a vida segue - entre um carnaval e outro, outros olhos.

    Lindo esse seu carval.
    Um beijo, meu querido, cheio de confetes

    ResponderExcluir
  21. Lindas palavras...

    gostei tanto que
    tô te seguiindo

    ;*

    ResponderExcluir
  22. Oiiiii
    Eu denovo...rs
    Tem presente p ti no meu blog
    Passa lá qdo puder...
    Bjos
    =D

    ResponderExcluir
  23. não foi um momento mágico
    nem uma paixão repentina
    e logo os perdi de vista

    O que foi, então?

    ResponderExcluir
  24. Lindinho, saudade de vc!!!
    to trabalhando... sem tempo de ler blogs, sumo mas não te esqueço...
    Bjuuu
    Vivi

    ResponderExcluir